Perdão: a si mesmo e ao próximo

 

O perdão é um processo mental ou espiritual de cessar o sentimento de

ressentimento ou raiva contra outra pessoa ou contra si mesmo, decorrente de

uma ofensa percebida, diferenças, erros ou fracassos, ou cessar a exigência

de castigo ou restituição. O perdão pode ser considerado simplesmente em

termos dos sentimentos da pessoa que perdoa, ou em termos do

relacionamento entre o que perdoa e a pessoa perdoada. É o esquecimento

completo e absoluto das ofensas, vem do coração, é sincero, generoso e não

fere o amor próprio do ofensor. Não impõe condições humilhantes, tampouco é

motivado por orgulho ou ostentação. O verdadeiro perdão se reconhece pelos

atos e não pelas palavras. Existem religiões que incluem disciplinas sobre a

natureza do perdão, e muitas destas disciplinas fornecem uma base subjacente

para as várias teorias modernas e práticas de perdão. Exemplo de ensino do

perdão está na “parábola do Filho Pródigo” (Lucas 15:11–32).

Normalmente as doutrinas de cunho religioso trabalham o perdão sob duas

óticas diferentes, que são:

1) Uma ênfase maior na necessidade das faltas dos seres humanos serem

perdoadas por Deus;

2) Uma ênfase maior na necessidade dos seres humanos praticarem o perdão

entre si, como pré-requisito para o aprimoramento espiritual.

Mas o mais importante de tudo isso é quando você descobre que: Perdoar é

uma decisão.

Perdoar a si mesmo é um gesto de cuidado.

Perdoar o outro é um gesto nobre de compaixão.

O perdão nos coloca mais próximo da parte mais nobre do nosso ser, pois para

perdoar é necessário entrar em contato com nosso Eu Superior e permitir que

esse nossa essência enxergue o Eu Superior do outro por pior que ele tenha

feito com você.

Nada é por acaso. Fazemos parte de uma grande teia cheia de nós, de

caminhos, de encontros e de desencontros … um verdadeiro processo de

aprendizado e evolução onde o perdão fará parte em algum momento desse

Nos treinamentos percebemos que a nossa parte sábia sempre opta pelo perdão.

Ao olhar nos olhos no joken-pô já nos emocionamos porque muitas vezes ali já

percebemos que quem amamos muitas vezes são aqueles a quem precisamos

Na raiva, após a explosão da cartase, chamamos por alguém (pai, mãe, filho,

Deus, avô, avó, marido, esposa, enfim de alguém que sabemos que pode nos

ajudar) para nos ajudar a perdoar àquele a quem batemos.

No colchão ouvimos o pedido de perdoar da essência de nossos pais que

erraram conosco porque talvez erraram com eles.

Na terapia da morte às vezes pedimos perdão.

Mas é no jardim que muitas vezes decidimos perdoar, é a sensação que fica é

a de estarmos, com o perdão, mais próximos da verdade e mais próximos de

Se Deus perdoa a todo instante por todos os nossos erros, nossas falhas,

nossas vícios, quem somos nós para não nos perdoarmos e recomeçarmos

todos os dias um novo capítulo. Quem somos nós para não perdoarmos a

condição humana do outro e as suas falhas para conosco.

Dói… dói! Mas dor é condição humana, sofrimento é opção e perdão é decisão

e muitas vezes o único caminho para a cura.

Para perdoar é necessário aprender a olhar além do óbvio, a entender a

condição humana do outro, a aceitar que ele também está ou estava num

processo de evolução no mundo.

Mágoas são canceres emocionais. E perdoar, libertar-se dessas mágoas, é a

carta de alforria do passado. E carta de alforrias são as chaves para sua cura e

para a sua liberdade.

Podemos ser escravos do passado ou criadores do futuro: qual será a sua

opção a partir de agora.

Lembrem-se de que ainda da tempo de perdoar… ainda dá tempo de se

perdoar… e recomeçar.

 

Emerson Feliciano

 

quando-voce-nao-perdoa

 

About Selma Flavio

Selma Flávio – Terapeuta Sistêmica e Vibracional – Partner Internacional Sistema Floral de Bach e outros sistemas florais, EFT (Emotional Freedom Techniques), Taróloga, Constelação Familiar Sistêmica. Formação em Pedagogia, e Educação Transdisciplinar.

Proporciona atendimentos terapêuticos, individuais e grupo, cursos e workshops, em Constelação Familiar e Técnicas Transpessoais.

Maiores informações e agendamentos pelo whatsapp
11-97387.3144 – CTN – SP nº. 0879

www.selmaflavio.com.br
Facebook www.facebook.com/TerapiaDesenvolvimentoPessoal
selmaflavio@gmail.com

One Reply to “Perdão: a si mesmo e ao próximo”

Deixe uma resposta